“Esperamos que essa atitude declaradamente racista não fique impune. Vivemos numa sociedade racista, que mesmo nos dias atuais, ainda discrimina e exclui o negro”, disse Tia Eron

Salvador (BA) – A deputada federal licenciada e secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador, Tia Eron (PRB-BA), repudiou a atitude racista e preconceituosa do apresentador da Rede Globo, William Waack.

O jornalista foi filmado durante intervalo de um programa que apresentava, em Washington (EUA), quando um carro começa a buzinar na rua. O vídeo que circula na internet não deixa dúvidas do que foi dito por Waack: “está buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto! ”, e ri.  A Rede Globo decidiu afastar o apresentador de suas funções em decorrência do vídeo.

Tia Eron afirma que racismo é crime e que o jornalista precisa ser punido. “Esperamos que essa atitude declaradamente racista não fique impune. Vivemos numa sociedade racista, que mesmo nos dias atuais, ainda discrimina e exclui o negro. William Waack, uma figura pública, jornalista que é, que deveria deixar os preconceitos de lado, já que tem como missão informar e levar a verdade, dar um exemplo tão negativo, só reforça que ainda estamos muito longe de ver o Brasil livre do preconceito racial.  A não punição deste fato, dará margem para que o racismo continue entre nós, presentes na realidade dos negros deste país”, concluiu Tia Eron.

Texto: Carolina Grimaldi e Tony Carneiro
Edição: Agência PRB Nacional
Foto: Cedida